A expansão de imóveis nas regiões de Itaipuaçu e Niterói

Ver PDF | Ver Impressão
por: prof.augustonogueira Total leituras: 37765 Nº de Palavras: 712 Data: Fri, 25 May 2012 Hora: 10:17 AM 0 comentários

Região Oceânica em Niterói e Itaipuaçu estão cada vez mais sendo atraídos pelas companhias e novos habitantes. Apresentando enorme possibilidade de crescimento e desenvolvimento econômico e na sua infra-estrutura, a província tende a ser olhada pelo ramo de imóveis como influência simples da escassez de opções residenciais na cidade de Niterói. As paisagens da Região Oceânica de Niterói e de Itaipuaçu já não são também as próprias de uns anos atrás.

Devido à alta procura por habitação nessas 2 áreas, o crescimento do número de habitantes os quais fixaram suas moradias naquela área, deixando de fazer uso de seus imóveis pra veraneio, trouxe a reboque o interesse de pequenas, médias e grandes empresas pra essas 2 regiões.

Outro elemento que está contribuindo para o aumento de Itaipuaçu, por exemplo, é a saída dos residentes de Niterói e até do Rio de Janeiro, em procura por mais tranquilidade e custos de imóveis mais baixos.

Os valores dos alugueis no RJ e Niterói tiveram aumentos acelerados, chegando em vários casos até a triplicar de valor. Com isso, os primeiros locatários não estão conseguindo renovar os acordos, produzindo o descobrimento de Itaipuaçu, região ainda tranquila, com reduzidos índices de criminalidade, e alugueis ainda em conta em comparação aos cobrados nas metrópoles de Niterói e RJ. Atualmente ainda vem a ser possível alugar imóveis em Niterói (em poucas regiões) e em Itaipuaçu com preços entre R$700,00 e R$2.000,00, dependendo da estrutura oferecida, custos bem atrativos visando a classe média.

Itaipuaçu e Região Oceânica de Niterói vem apresentando o maior crescimento de toda a área de metrópole do Rio de Janeiro, inclusive essa informação já foi divulgada nacionalmente em grandes meios de comunicação. Vem a ser inclusive a região apresentando principal expansão da classe média, possuindo taxa anual de uma ordem de dez por cento por ano, sendo que no que refere-se a Itaipuaçu e redondezas, esse aumento chega a 36%.

Aplicar na Região Oceânica há diversos anos atrás era uma vivência inovadora para certas construtoras e incorporadoras de fora da região, comumente avaliada como uma escolha de alto risco. As corporações vinham seduzidas via qualidade de vida da cidade. Hoje, Itaipuaçu e Região Oceânica são uma realidade no mercado imobiliário do estado do Rio de Janeiro, apresentando demanda aquecida e promoções diversas.

Niterói se destaca entre as 3 grandes possibilidades do setor de imóveis no Rio, sendo que os índices de desenvolvimento social e financeiro da cidade, proporcionam uma grande taxa de absorção de imóveis e uma considerável referência de preços, facilitando a viabilidade de empreendimentos e permitindo liquidez. Os bairros com grande infraestrutura de serviços, comércio e transporte, encontram-se entre os mais sondados em função de moradia, e por consequencia, investimento das incorporadores.

Até pouco tempo atrás, Itaipuaçu e a Região Oceânica de Niterói eram locais pocu habitáveis, que unicamente tinham praias e mato. Agora, são as áreas que mais recebem investimentos e irão se tornar, rapidamente, a Barra da Tijuca de Maricá e Niterói.

Sobre o Autor

O autor é um professor universitário que também produz reviews sempre que possível. Para descobrir um pouco mais sobre ele, faça uma visita a seu blog.




Pontuação: Não pontuado ainda


Comments

No comments posted.

Add Comment